Varian Medical Systems Estende Compromisso com Brasil e Planeja Construção de Complexo no País | Varian

Varian Medical Systems Estende Compromisso com Brasil e Planeja Construção de Complexo no País

São Paulo – 02 de Maio de 2012 – A Varian Medical Systems, líder mundial na fabricação de equipamentos para radioterapia, anunciou hoje que pretende ampliar de forma significativa seus investimentos no Brasil. A companhia revelou planos de implantar um complexo no País para atender tanto ao mercado local quanto ao externo, funcionando como uma plataforma de produção e distribuição de produtos de alta tecnologia para toda a América Latina e abrigando um moderno Centro Educacional para qualificação de clínicos médicos e tecnologistas nos avançados equipamentos de radioterapia Varian.

“Este investimento no Brasil é exclusivo, quando comparado às demais operações da Varian no mundo. Será o nosso primeiro complexo, dos mais de 80 países onde estamos presentes, a abrigar uma fábrica de equipamentos, uma unidade para adaptar softwares localmente e um centro educacional para atender a profissionais da área de clínica médica da região. Queremos fazer do Brasil a nossa principal base de operações para a América Latina,” disse Kolleen Kennedy, presidente para Sistemas Oncológicos da Varian, durante visita ao Brasil.

Adicionalmente, a Varian já começou as negociações para montar uma cadeia de suprimentos no País para abastecer as operações da companhia em escala global. A ideia é qualificar fornecedores que oferecerão partes e peças para os equipamentos produzidos pela empresa.

A Varian estuda hoje possíveis localidades para instalar o novo complexo no Brasil. Por razões logísticas, ele deve ficar próximo a um aeroporto internacional, uma vez que, futuramente, o Centro Educacional precisa estar acessível para cerca de 1.000 profissionais por ano. “Este novo complexo faz parte da estratégia global de investimentos da Varian e nos ajudará a enfrentar a crescente incidência de câncer no mundo. A empresa investe anualmente 7% de seus lucros – mais de US$ 170 milhões - em pesquisa e desenvolvimento (P&D). O Brasil agora fará parte da nossa organização global de engenharia, participando diretamente em programas estratégicos que apoiarão o desenvolvimento de novas e inovadoras ferramentas de software,” reforçou Kolleen.

A companhia nasceu na década de 40 nos Estados Unidos. Como uma das fundadoras do Vale do Silício, tecnologia e pesquisa de ponta são intrínsecas ao DNA da empresa. No Brasil, a Varian mantém operações desde 1971, com escritório em São Paulo e representantes em todo o País. Os planos de expansão incluem a intenção de dobrar a operação local nos próximos anos. Ainda como parte deste compromisso em estender as operações no Brasil, a Varian assinou, na semana passada, um protocolo de intenções com a Capes para apoiar o programa Ciência sem Fronteiras, do Governo Federal.

Todos estes investimentos demonstram que o relacionamento da Varian com o Brasil atinge maturidade, em um momento em que o governo brasileiro também aumenta esforços em prol da assistência à saúde e ao tratamento do câncer. A companhia deseja se firmar como uma parceira estratégica das iniciativas públicas e privadas na empreitada contra o câncer, contribuindo com transferência de tecnologia, qualificação, localização da produção e aumento da qualidade, da segurança e do acesso a serviços médicos.

###

Sobre a Varian no Brasil
A Varian possui uma relação de longo prazo com a comunidade brasileira de tratamento do câncer. A companhia forneceu o primeiro acelerador linear para o Hospital Oswaldo Cruz, em 1971.

Atualmente, a tecnologia Varian está presente em várias instituições de referência no tratamento do câncer, incluindo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Rio de Janeiro, o Hospital Israelita Albert Einstein, o Hospital AC Camargo, e o Hospital Sírio Libanês, todos em São Paulo.

A Companhia possui escritório em São Paulo, com aproximadamente 60 funcionários.

Sobre a Varian Medical Systems, Inc.
A Varian Medical Systems possui sede em Palo Alto, Califórnia e foi a segunda companhia, depois da Hewlett Packard (HP), a ser lançada no Vale do Silício por cientistas e físicos que desenvolveram e construíram o primeiro acelerador linear médico na Universidade de Stanford. A Varian foi uma das primeiras empresas a se associar à Universidade de Stanford para desenvolvimento de pesquisas de alta tecnologia.

A Varian investiu mais de US$ 170 milhões no ano passado em P&D – mais do que qualquer outro fabricante de equipamentos para radioterapia do mercado. Isto faz da Varian também a maior inovadora em equipamentos radioterápicos para tratamento do câncer. Atualmente, a empresa possui 14 unidades de manufatura nos Estados Unidos, Canadá, Suíça, Reino Unido, Alemanha, França, Finlândia, China e Japão.

A Varian possui três principais unidades de negócios: Sistemas Oncológicos, Produtos de Raio-X e Produtos de Segurança e Inspeção. A unidade de Sistemas Oncológicos é líder mundial no fornecimento de equipamentos de radioterapia para tratamento do câncer, assim como softwares para gerenciamento de clínicas. Esses produtos compreendem em aceleradores lineares, simuladores, sistemas de terapia de prótons e uma ampla gama de acessórios e ferramentas de software interconectados para planejamento, verificação e entrega dos mais avançados tratamentos de braquiterapia, radiocirurgia e de radiação.

Para mais informações, entre em contato com:
Edelman do Brasil
Debora Comenalli
Debora.comenalli@edelman.com
(11) 3017 5306

Carolina Lobo
Carolina.lobo@edelman.com
(11) 3017 5304

Elaine Lewis
elaine.lewis@edelman.com
(11) 3017 5300 ramal 278